Opinião – Você sabe por que engajar sua equipe é mais importante do que motivar?

 In Notícias Selecionadas, Sem categoria

Muito mais que oferecer estabilidade e um bom salário, o engajamento pressupõe a satisfação do colaborador em relação ao ambiente de trabalho, o significado do seu trabalho e coerência com os objetivos da organização

Cada vez mais é possível encontrar gestores de vendas confundindo engajamento com motivação. É comum vermos líderes contratando grandes personalidades para ministrar palestras aos vendedores de sua equipe ou premiando seus talentos com viagens, com a ideia de que estão trabalhando o engajamento, quando na verdade não estão.

Por isso é fundamental entender os dois conceitos. A motivação tem a ver com “dar um gás” ao time, uma energia extra para bater uma meta importante ou incentivá-los a sair da zona de conforto. Já para conseguir engajamento, é necessário ir mais a fundo e transmitir os valores e objetivos de sua organização. Isso porque uma equipe engajada conta com funcionários que entendem seu papel dentro da empresa e sabem que fazem parte de algo maior, com objetivos comuns que devem ser atingidos a curto ou longo prazo.

Muito mais que oferecer estabilidade e um bom salário, o engajamento pressupõe a satisfação do colaborador em relação ao ambiente de trabalho, o significado do seu trabalho e coerência com os objetivos da organização, bem-estar, qualidade de vida, além do desenvolvimento pessoal e profissional. Esse processo é bastante conhecido por ser mais cognitivo do que efetivamente emocional.

Há três pilares fundamentais para o engajamento de profissionais:

Orientação estratégica – permite que você consiga mostrar aos seus colaboradores de forma mais clara possível o objetivo, a direção e o propósito de sua organização. Sabendo disso, ele terá o norte também do seu trabalho e perceberá como sua participação é fundamental para conseguir levar a empresa ao patamar esperado;

Incorporação de valores – esse é um desafio muito grande quando nos referimos a engajamento. O gestor precisa deixar bem claro os valores de sua empresa, o que ele espera em um profissional que veste a camisa de sua empresa, pois cada colaborador tem sua importância e isso precisa ser visto e manifestado. É preciso alinhar corretamente, por exemplo, quando houver uma promoção, se foi por boa competência, meritocracia ou por tempo de casa. Isso é fundamental para o desempenho da equipe. Dessa forma, o colaborador vai buscar o reconhecimento merecido, pois desde o início você deixou claro como a empresa incorpora os valores do mesmo;

Capacitação de talentos – é muito comum você encontrar em sua equipe um profissional que aproveite todas as oportunidades para adquirir mais conhecimento. Provavelmente, esse é um sinal de que ele acredita que está em um ambiente que favorece o aprendizado, a manifestação de suas ideias e a realização do trabalho com autonomia. Portanto saiba valorizar esse talento e outros com o mesmo perfil, reconhecendo iniciativas e facilitando o acesso.

É importante que o gestor esteja sempre olhando para sua equipe, observando e revendo atividades e funções. Também vale destacar que para gerar oportunidades e reter talentos é fundamental estudar a abertura de novas posições e o rodízio delas, ouvir com atenção novas ideias e sugestões e, ainda, explorar o que há de melhor em cada profissional de sua equipe.

Como você deve ter observado, existem diferentes maneiras de se engajar uma equipe. Tenha como foco desenvolver ações relacionadas aos três pilares destacados para que seus resultados sejam duradouros e também para manter um ambiente de trabalho mais equilibrado e agradável a todos do seu time. Lembre-se de que isso só é possível quando a estratégia de engajar é usada da forma adequada: aquela que vai fazer seu funcionário vestir a camisa da empresa porque compartilha dos mesmos valores.

 

Autor: Gustavo Paulillo

Fonte: Administradores

Start typing and press Enter to search