O novo relatório de auditoria

 In Notícias Selecionadas

Female counselor writing down some information about her patientA partir de 31 de dezembro de 2016, os relatórios de auditoria terão um novo formato, visando aumentar o valor agregado do relatório do auditor independente ao torna-lo mais objetivo e informativo para seus usuários, saiba o que muda.

A Auditora Independente tem papel fundamental no sistema econômico, onde busca trazer ao mercado uma maior transparência sobre a posição patrimonial e financeira e a capacidade de gerar lucros das Empresas.

Entretanto atualmente os relatórios de auditoria mantém um padrão tradicional de redação contendo a opinião do auditor independente sobre as demonstrações financeiras e o restante do relatório composto por descrições predominantemente padronizadas.

Porém esse modelo de relatório de auditoria, padrão e tradicional, têm provocado questionamentos e dúvidas nos agentes do mercado em relação à apresentação de informações genéricas. Muitos agentes têm notado a existência de informações irrelevantes, ao mesmo tempo em que se comentam faltas de informações relevantes.

Nesse sentido, a partir de 31 de dezembro de 2016, os relatórios de auditoria terão um novo formato, visando aumentar o valor agregado do relatório do auditor independente ao torna-lo mais objetivo e informativo para seus usuários.

A primeira mudança é quanto a sua objetividade, onde os parágrafos serão apresentados em ordem decrescente de importância, ou seja, o primeiro paragrafo irá apresentar a opinião de auditoria, diferentemente do modelo aplicado até 31 de dezembro de 2015.

Outra mudança é que o auditor deverá divulgar em um parágrafo especifico denominado “Principais assuntos de auditoria”, aspectos relacionados a áreas avaliadas como de maior risco de distorção, julgamentos e transações significativos especificando o motivo pelo qual o assunto foi considerado como significativo, pelo auditor, e como o assunto foi tratado na auditoria.

O novo relatório de auditoria trata-se de um passo importante para o amadurecimento da governança corporativa do Brasil, pois busca divulgar o trabalho do auditor independente com uma maior clareza, objetividade e transparência.  Além disso, possivelmente refletirá em um maior compromisso da administração com os controles internos, uma vez que tais temas ganharam notoriedade no relatório do auditor.

Fonte: www.contabeis.com.br

Start typing and press Enter to search