Dicas práticas para estudar o mercado do seu futuro negócio

 In Notícias Selecionadas

Business team working with tablet computer.Existe hoje um bom número de fontes de informações para quem quer começar o seu negócio. A primeira fonte a ser usada é a das Associações de Classe de estabelecimentos assemelhados. Um dos serviços desempenhados por estas associações é justamente prover informações sobre o setor em que estão inseridas.

Outra fonte de informação que pode ser útil são os serviços como o Sebrae, que provêm informações e suporte para a abertura de negócios. O Sebrae, dependendo do setor, tem informações quase que passo a passo para a abertura de um negócio (por exemplo, pousadas). Também cheque secretarias de negócio estaduais e ministérios envolvidos com o setor de escolha.

A informação também pode ser gerada pelo próprio potencial empreendedor. Em geral, quando vou escrever um novo plano de negócios, utilizo de entrevistas com outros empreendedores que já estão no ramo ou têm experiências passadas neste ramo.

Uma boa vasculhada em sua rede de relacionamentos pode levar a entrevistas interessantes. É surpreendente o quanto as pessoas se interessam em falar de seus negócios e ajudar a terceiros. Também é possível, se for o caso, obter alguma informação operacional sobre franquias com os próprios franqueadores que estão interessados, afinal, em expandir suas redes.

Uma terceira alternativa, muitas vezes esquecida, é a possibilidade de gerar os dados, por via telefônica ou por observação. Informações como preço cobrado podem ser facilmente obtidas através de mapeamento telefônico que, dependendo da situação, pode ser de baixo custo.

Por outro lado, uma simples tarde de observação na praça de alimentação de um shopping pode fornecer dados robustos sobre número de clientes, tempo de atendimento, número de funcionários, pessoal alocado e organização em turnos, para diversos tipos de restaurantes.

Note que decisões como o número de funcionários e as formas de divulgação são bastante dependentes das escolhas estratégicas definidas pelo empreendedor, até mais do que a média de mercado.

Recomendo, que, para esta decisão se utilize de alguma metodologia de planejamento de modelos de negócios, tais como o Business Model Canvas, que ajuda a pensar no posicionamento estratégico. Sabendo o posicionamento, fica mais fácil pensar nas influências do posicionamento sobre as decisões de força de trabalho e formas de divulgação do negócio.

Autor: Carlos Caldeira

Fonte: Exame.com

Start typing and press Enter to search