Dicas de como empreender no e-commerce

 In Notícias Selecionadas

empreender no e-commerceO mercado brasileiro de e-commerce tem crescido cerca de 20% ao ano e em 2015 a expectativa não é diferente.

Além do faturamento, o número de pedidos, o tíquete médio e o número de e-clientes tem crescido consideravelmente. Estes são apenas alguns dos motivos pelos quais você deve empreender no e-commerce em 2015.

Segundo a T-index, o mercado brasileiro de varejo eletrônico vai assumir a 4ª posição no ranking mundial. A confiança do consumidor também tem aumentado, o que reflete no crescimento das vendas. Os brasileiros estão comprando mais online e perdendo o receio que tinham anteriormente. Pensando nisso, Mayra Gianoni, Diretora da Site Sustentável preparou algumas dicas de como empreender no e-commerce.

 

1 – Investimento em mobile

A primeira dica para quem vai empreender no e-commerce é investir em um site responsivo. Sites responsivos são páginas que se adaptam a configuração mobile (celulares e tablets).

O número de consumidores que realizam suas compras online através de aparelhos mobile está passando dos 10%. Se você não quer perder essa fatia do mercado, faça um site responsivo.

 

2 – Experiência de compra

Cada vez mais os e-consumidores estão buscando uma experiência de compra diferenciada. Testar a usabilidade do site é essencial, dessa maneira, você consegue saber se a navegabilidade é boa, se o cliente irá entender todas as etapas de compra, se ele encontrará todos os produtos facilmente.

Além disso, a sua loja online não pode ser apenas mais uma no meio da multidão, invista em uma experiência de compra que encante o cliente, que proporcione a melhor experiência de compra que ele possa ter, tanto em termos de facilidade quanto de diferenciação.

Como se diferenciar no e-commerce? Aposte em serviço. Isso mesmo. A qualidade do seu serviço será o grande diferencial do mercado. Tenha a melhor entrega, o melhor atendimento ao cliente, os melhores prazos, os melhores produtos…

 

3 – Big Data

Um termo que tem sido muito utilizado é o Big Data. Você já ouviu falar nele? Basicamente, o Big Data é a utilização da informação que você coleta no seu e-commerce para gerar uma experiência diferenciada para o cliente ou mesmo para entender o seu comportamento.

Utilize os dados para oferecer produtos que sejam compatíveis com os gostos de cada um dos seus clientes. Personalize as ofertas, os e-mails, os produtos relacionados. Não massifique o cliente, eles querem cada vez mais saber que você está preocupado com o bem estar dele e que entende o que ele deseja.

 

4 – Omni-chanel

O conceito de Omni-channel é a evolução do conceito de multicanal que conhecíamos. Hoje a integração dos diversos canais é maior do que antes. Para o consumidor não importa onde ele está comprando, mas sim a experiência que ele está tendo com a marca.

O empreendedor precisa trabalhar uma visão sistêmica de todos os canais e entender que é necessário integrar todos eles para oferecer a melhor experiência para o usuário. Quando falamos de integração, ela vai desde logística, armazenamento, distribuição, atendimento ao cliente, banco de dados e marketing.

 

5 – Inbound Marketing

Inbound Marketing é a evolução do que já conhecíamos por Marketing de Conteúdo. A diferença do Inbound Marketing é trabalhar a segmentação do público-alvo até mesmo na hora de oferecer conteúdo e educar o consumidor.

O conteúdo é diferenciado para cada momento de compra e cada perfil de consumidor. A comunicação deixa de ser massificada para focar na qualificação do cliente. Dessa maneira é possível focar os esforços de marketing, entender melhor o comportamento do consumidor e prever as suas ações.

 

6 – Relacionamento

Acima de tudo, o relacionamento com o Cliente passou a ser o coração da operação. Atender bem o cliente não é um diferencial, mas sim uma necessidade.  Personalizar o atendimento, sem máquinas automáticas, sem protocolos gigantescos de atendimento. Entenda de onde o cliente veio, qual o perfil, quais as principais dúvidas, os principais problemas, mapeie todos eles e de preferência saiba corrigi-los para que outros clientes não tenham o mesmo problema.

 

7 – Fidelização

Fidelização, fidelização e fidelização, esse tem que ser o mantra do empreendedor no e-commerce.

O foco a partir do momento que o cliente entra na sua loja online é trabalhar da melhor maneira possível para que ele fique feliz, retorne e compre ainda mais. Para quem já teve experiências no mercado online, o preço e esforço de trazer novos clientes é sempre maior do que manter o cliente que já conhece a sua marca.

Em pleno 2015, o cliente não quer apenas realizar uma compra ele quer interagir com a marca. Fidelize o seu cliente através de posicionamento de marca diferenciado, mostre que você se preocupa com as mesmas coisas que ele.

 

8 – Marketplace

Os Marketplaces são a última moda do e-commerce, eles trazem maior credibilidade para a marca, segurança de compra para o consumidor e ainda oferecem garantia de um bom serviço.

Para quem está entrando agora na onda do Marketplace, as vantagens são enormes: aumento da exposição dos produtos, aumentos das vendas e atração de novos clientes.

É sempre bom ter um ponto de alerta se a taxa cobrada pelo Marketplace compensa o ganho que você está tendo.

 

9 – Storydoing

Lembra daquela história de Storytelling? Então, o consumidor já não está mais interessado no que as marcas estão falando, eles querem ver ação!

O seu consumidor quer saber o que você realmente está disposto a fazer por ele e pela sociedade. Exato! O consumidor não se importa de pagar mais pelo seu produto, mas em troca ele quer a garantia de que além de ter um produto excelente ele ainda se sentirá bem realizando a compra.

Resumindo, para quem quer empreender no e-commerce em 2015 o foco tem que ser em segmentação do consumidor, ter um serviço excelente e não poupar esforços de marketing para melhorar o relacionamento do cliente com a marca. Faça!

 

Fonte: ecommercenews.com.br
Sobre E-Commerce News: Fundado no ano de 2009, o E-Commerce News é um site projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo. Ver mais artigos deste autor.

Start typing and press Enter to search