Auxílio Emergencial: Você poderá consultar se terá direito de receber as parcelas

 In Artigos, Notícias Selecionadas

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

O auxílio emergencial já vai começar, segundo o governo, o inicio deverá ser no domingo (4) ou na segunda-feira (5). O calendário está para ser divulgado nesta semana. Muitas pessoas que receberam o auxílio no ano passado estão em dúvida, não sabem se vão ter direito ao benefício em 2021.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Sendo assim, quem estiver com dúvidas, vão poder contar uma uma nova ferramenta para verificar se vão ou não receber as novas parcelas do programa a partir de abril. Seguindo o Ministério da Cidadania, a elegibilidade ao auxílio emergencial ainda está sendo processada pela Dataprev e estima-se que a partir de 1º de abril, cada beneficiário poderá verificar se vai receber ou não o benefício no Portal de Consultas da Dataprev.

Para realizar o consulta você precisará apenas informar o nome completo, o número do seu CPF, o nome da mãe (caso não tenha basta marcar a opção Mãe desconhecida), e data de nascimento.

No site, você só poderá realizar a consulta, isso porque, não será permitido fazer novo cadastro para receber o auxílio emergencial.

“O auxílio emergencial 2021 será concedido ao trabalhador que estava recebendo, em dezembro de 2020 e que cumpra as regras publicadas na Medida Provisória 1039”.

As novas regras determina como será pago o novo auxílio emergencial, ele será concedido de acordo com a composição familiar.

Parcela de R$ 150: Será pago as famílias compostas por um único membro Parcela de R$ 250: Será pago para as famílias compostas por dois ou mais membros Parcelas de R$ 375: Será pago para as famílias onde as mulheres são as únicas provedoras do lar

Quem vai receber

Serão beneficiados os trabalhadores informais que tenha uma renda de até meio salário mínimo (R$ 550), por pessoa ou uma renda familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.300).

O auxílio será pago para quem cumprir o critério de rendimento tributável máximo de R$ 28.559,70 em 2019 e de patrimônio máximo de R$ 300 mil.

Quem não vai receber

  • Estão de fora do pagamento do novo auxílio emergencial, as pessoas que recebem benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista, exceto Bolsa Família e abono salarial
  • Residentes médicos ou de outras áreas, beneficiários de bolsas de estudo e estagiários
  • Menores de 18 anos, exceto mães adolescentes. Presos em regime fechado;
  • Pessoas residentes no exterior;
  • Beneficiários do auxílio que não movimentaram valores da assistência em 2020 em sua conta digital Caixa ou que tiveram a assistência do ano passado cancelada.

Como consigo o auxílio, posso me cadastrar?

Não será possível você se cadastrar para receber o auxílio emergencial 2021, a nova rodada de pagamentos será destinada aos mesmos beneficiários que receberam o auxílio no ano passado, contudo, desde que se enquadrem nas regras do programa.

Limite familiar

Em 2020, era permitido que duas pessoas da mesma família recebesse o auxílio emergencial, porém, neste ano, apenas uma pessoa por grupo familiar terá acesso as parcelas do benefício.

Gasto

O auxílio a informais custará R$ 43 bilhões. A estimativa é de que o novo socorro alcance 45,6 milhões de famílias. Lembrando que os beneficiários do Bolsa família começará a receber o benefício a partir do dia 16 de abril.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil

Fonte: Rede Jornal Contábil .

Start typing and press Enter to search

Iniciar conversa
1
Podemos ajudar?
Olá! Podemos ajudar?